domingo, 12 de agosto de 2012

Memórias: Colégio Marista Diocesano

Esta é uma imagem da década de 1930 mostrando o Colégio Diocesano do Sagrado Coração de Jesus (atual Colégio Marista Diocesano). Esta edificação foi construída em 1893, com recursos obtidos por meio de uma Sociedade de Ações liderada pelo farmacêutico Francisco Sebastião da Costa, passando a ser um seminário a partir de 1896 quando o Bispo de Goiás, Dom Eduardo Duarte da Silva, transferiu para Uberaba a sede de sua Diocese, trazendo todos os Seminaristas e o corpo docente do Seminário Episcopal Santa Cruz. Em 1899, Dom Eduardo transformou o Seminário no Colégio Diocesano do Sagrado Coração de Jesus, que foi entregue aos padres recém chegados, sob a direção do Frei Caledônio de São Mateus. Esses mantiveram o colégio em funcionamento até o final de 1902, quando os Irmãos Maristas tomaram a direção. A partir de 1905 foram feitas várias ampliações no edifício para atender à demanda de procura de vagas:

  • 1905 – Construção de barracão coberto de zinco.
  • 1908 – Aquisição de um terreno de 10 hectares.
  • 27/12/1910 – Inauguração da construção de um bloco de edifício complementar – Pavilhão Frumentius.
  • 02/02/1921 – Inauguração de um bloco em forma de L. 
  • 1923 – Construção de passarelas e varandas, unindo os diversos blocos de edifícios.
  • 1925 – Construção de um galpão para depósito, no fundo da propriedade.
  • 15/08/1944 – Inauguração da Capela.
  • 26/08/1944 – Inauguração do bloco onde hoje é a entrada do Colégio.
  • 1957 – Demolição do Pavilhão Frumentius.
  • 19/03/1958 – Inauguração do galpão e sala de estudos menores.
  • 10/08/1958 – Inauguração de mais um pavilhão onde hoje, estão o Salão de Atos e o Maristinha.
  • 13/08/1959 – Inauguração do último bloco.
  • 1961 – Demolição do prédio construído em 1893, em seu local foi construído o jardim e o estacionamento para automóveis.
  • 1969 – O terreno adquirido em 1908 foi vendido. Hoje é o Condomínio Morada das Fontes.
  • 1977 – Inauguração de uma Capelinha.
  • 10/05/1988 – Inauguração do Ginásio Poliesportivo.
  •  Durante a década de 1990 o prédio sofreu reformas e adaptações, sem modificar sua estrutura.
Fonte das informações: Site Uberaba-História Fotografada
Referências bibliográficas:ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA. Documento fotográfico. Folha 29, 2001.
MENDONÇA, José. História de Uberaba. Edição Academia de Letras do Triângulo Mineiro, 1974.